sábado, 5 de fevereiro de 2011

Cavalos Crioulos


Nenhum outro cavalo é tão louvado e respeitado no Rio Grande do Sul como o cavalo crioulo. É o companheiro histórico do gaúcho e, tanto no campo quanto na cidade, ele é um fenômeno aglutinador que derruba barreiras sociais e independe de estilos de vida.O cavalo crioulo se originou dos animais de sangue andaluz e berbere introduzidos no país pelo aventureiro espanhol Álvar Núñez Cabeza de Vaca nos primeiros anos após o descobrimento. Aqueles que foram se perdendo da comitiva de Cabeza de Vaca durante as suas campanhas na região passaram a se criar livremente nas planícies da Argentina, do Uruguai e do Brasil, vivendo em estado selvagem por cerca de quatro séculos. Nesse período, as duras condições do clima acabaram criando, através da seleção natural, uma raça extremamente resistente tanto a temperaturas muito baixas ou muito altas, quanto à seca e à falta de alimento.Assim como os mustangues norte-americanos, os animais que deram origem à raça crioula eram caçados e domados tanto pelos índios cavaleiros, os charruas, quanto pelos estancieiros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário